Um Dia-a-dia Menos Plastificado, Embalagem a Embalagem.

Acreditas em Magia?

Pergunta estranha, dirás. Mas que outra forma encontras para explicar o desaparecimento do lixo da noite para o dia, literalmente, todos os dias?

E quando estás no sofá, e aparece no ecrã da televisão ou do smartphone uma imagem da Grande Ilha do Lixo do Pacífico, parece-te demasiado bizarro para ser verdade? E quando ouves ou lês que uma simples palhinha demora 400 anos para se decompor, parece-te um número que só pode ter sido inventado, de tão exagerado que soa?

Apesar destas evidências, repensar os nossos hábitos de consumo e dar o primeiro passo para um dia-a-dia menos "embalado" parece ainda uma tarefa que não nos diz respeito. Talvez por acharmos que as nossas escolhas individuais não têm impacto ou que nem saberíamos por onde começar, mesmo que quiséssemos.

Para desmistificar estas ideias, aqui ficam 10 hábitos que podes adquirir facilmente sem grandes adaptações, duma forma simples e em conta. O resultado? Começar a produzir menos lixo e a reduzir o número de embalagens que adquires.

1. COMPRA FRUTA E LEGUMES SEM EMBALAGEM.

    Compra os frescos ao peso, e não pré-embalados. Apenas isto. E quando fores pagar, conta o número de embalagens que não utilizaste de modo a perceber o alcance deste pequeno passo.

    Quando comprar frutas e legumes a granel e sem embalagens rígidas

    2. USA SACOS REUTILIZÁVEIS.

      Começa por levar contigo um saco de pano, ou mesmo um de plástico, mais resistente, que já tenhas. Nesta primeira fase, reutiliza sacos de plástico para acomodar, separar e pesar as compras e opta sempre por sacos de papel quando possível.

      Quando decidires deixar de vez os sacos de plástico, utiliza um lençol velho ou uma camisa para fazer sacos de vários tamanhos para os substituir. Em vários supermercados ou mercearias, podes usá-los para transportar e pesar os produtos que compraste a granel. 

      Se os trabalhos manuais não forem o teu forte, podes sempre optar por comprar já feitos.

      Use sacos reutilizáveis

      3. SUBSTITUI O SABONETE LÍQUIDO DAS MÃOS POR SABONETE SÓLIDO.

        Esta pequena mudança é simples e barata. Mas atenção: opta por um produto sem químicos e não nocivo, para ti e para o ambiente. Podes procurar por um sabonete online ou ir a uma das inúmeras feirinhas de fim de semana que acontecem pelo país fora, onde encontras, com certeza, uma banca que venda sabonetes 100% naturais.

        Passo a passo, pondera substituir o gel de banho por sabonete em formato sólido. E depois o desodorizante. E depois o shampoo… Encontras hoje inúmeras opções naturais e com um número limitado de ingredientes, mas adaptado aos mais variados tipos de pele, secas ou oleosas.

         Prefira os sabonetes sólidos aos líquidos

        4. SUBSTITUI A GARRAFA DE ÁGUA DE PLÁSTICO POR UMA REUTILIZÁVEL.

          Substitui as garrafas de água de plástico por uma garrafa reutilizável, idealmente feita com um material resistente e duradouro, como o aço inoxidável. Se não quiseres investir numa garrafa, usa uma "termus" que tenhas ou mesmo um frasco grande para transportar a água. 

          Multiplica o número de garrafas que consomes num ano (cerca de 365) pelo comprimento e largura duma garrafa de marca de 500ml: 22cm de altura x 5,6cm de diâmetro que perfaz a área de uma pequena divisão (cerca de 14m2). Parece pouco?

           Use garrafas reutilizáveis para beber água - Evite garrafas de plástico descartáveis

          5. SIMPLESMENTE DIZ NÃO.

            Recusa a colher de café de plástico que substitui a metálica, o copo de água de plástico que pedes com o café, a palhinha que vem com o sumo, a chávena de plástico das vending machines. Usamos uma vez qualquer um destes utensílios e 400 anos depois eles ainda se encontram algures à face da terra.

            Considera as seguintes opções: pede uma colher metálica ou leva a tua, pede água em copo de vidro, o sumo sem palhinha ou anda “equipado” com uma reutilizável, metálica ou de bambu. Adquire uma chávena reutilizável. E objeto a objeto, elimina várias fontes de desperdício.

            Diga não às palhinhas de plástico

            6. TROCA A ESCOVA DE DENTES DE PLÁSTICO POR UMA DE BAMBU.

              Chegado o momento de substituir a escova de dentes, troca-a por uma de bambu, um material biodegradável. Mas não deites fora a velha! Reutilize-a. Deixa-a ferver durante uns 3 a 5 minutos e descobre na velha escova um aliado nas limpezas, capaz de chegar onde muitos outros utensílios não chegam!

              Prefira escovas de dentes biodegradáveis ou recicláveis - Escova de Dentes de Bambu

              7. USA E ABUSA DE TUDO O QUE TENS, ATÉ À EXAUSTÃO. E DEPOIS, REUTILIZA.

              Esta dica pode parecer estranha face a tudo o que leste acima, mas usa e abusa de tudo o que tens! E sim, mesmo alguns dos teus utensílios de plástico! Se tens uma escova de esfregar pratos, usa-a. Evita desperdiçar objetos aptos para uso. E quando achares que já deram tudo o que tinha a dar, pensa duas vezes e dá azo à imaginação. Pergunta-te se não consegues dar-lhes uma nova vida, como a escova de dentes de plástico que virou escova de limpar.
              Eis algumas sugestões:
              • Com o tal lençol velho, faz (ou manda fazer…) guardanapos, sacos para transportar o almoço, o lanche dos miúdos e os talheres para a marmita!
              • Usa os frascos de conservas em vez de "tupperwares" para armazenar comida ou outra coisa.
              • Usa os rolos do papel higiénico para arte infantil, para a lareira (se tiveres), ou para plantar sementes.
              • Usa os restos de comida para adubo.
              E só quando não há mesmo outro destino, recicla, colocando o item no devido ecoponto.
              Dê um novo fim a objectos em fim de vida - Upcycling

              8. SIMPLIFICA!

                Menos é mais. Experimenta “livrares-te” da tralha. Dá o que tens a mais a quem tem menos. Divisão a divisão da casa, avalia aquilo de que realmente precisas. Quantos abre-latas usas? Quantos CD’s tens que já não ouves? Quantas calças guardas que já não te servem, mesmo?

                E ao ter menos, apercebes-te que precisas de menos e com isso consomes menos. E o lixo diminui. O que existia e o que não vai chegar a ser produzido. E vais ver como este exercício de “libertação” sabe bem.

                Simplifique a sua rotina e livre-se do acessório

                9. PRECISAS MESMO? COMPRA EM SEGUNDA MÃO OU TROCA, À MODA ANTIGA.

                  O livro, o casaco, a gabardine dos miúdos, a máquina de lavar, o aparador. OLX, E-bay, grupos de Facebook, grupo de amigos, vendas de garagem, feiras de velharias. Encontras hoje inúmeros canais de venda que facilitam a adesão a este estilo de consumo, bem mais ecológico.

                  Compre em segunda mão ou troque

                  10. COMPROMETE-TE!

                  Se não o fizeres, nenhum dos hábitos acima prevalece. Por isso decide, aceita, que só depende de ti produzir menos lixo. Porque a magia existe, sim, mas neste domínio a varinha mágica está nas mãos de cada um de nós 😉.

                   Comprometa-se com a mudança gradual

                  Marta Pelo Mundo

                  A Marta escreve sobre as escolhas que faz no dia-a-dia e viagens familiares no seu compromisso com o desafio "desperdício zero". Se quiseres conhecer as opções da Marta no dia-a-dia segue-a no seu Blog ou redes sociais.

                  PRODUTOS NA LOJA PLANETIERS: 

                  2 comentários

                  • Olá Alexandra,

                    Neste momento ainda só estamos em Portugal e alguns países da Europa.
                    Não conhecemos nenhuma muitas lojas a granel no Rio de Janeiro tirando aquelas que nos aparecem no Google Maps:
                    https://bit.ly/2ENO7ec

                    RUI GARCIA
                  • Ola! Vc comecem onde posso encontrar arroz e tapioca no “bulk” e sem plástico? E também shampoo e condicionador? Estou aqui para estudar mas não sabe onde posso comprar coisas assim aqui no Rio! Estou em Ipanema.
                    Muito obrigada se vc tem sugestões!
                    Ale

                    Alexandra

                  Deixa-nos um comentário

                  Nome .
                  .
                  Mensagem .

                  Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos