Projeto RE-COOPERA - Inclusão Social e Reutilização


 
Fica a conhecer o RE-COOPERA, um projeto social que alia a reutilização e reciclagem de materiais usados à inclusão social dos utentes do Centro Comunitário.

A História do projeto RE-COOPERA

O Projeto RE-COOPERA faz parte do Centro Comunitário da Paróquia de Carcavelos, uma Instituição Particular de Solidariedade Social com uma história de 36 anos ao serviço da comunidade de Carcavelos, intervindo junto da população mais carenciada, idosos, pessoas em situação de sem-abrigo, crianças, jovens, desempregados e comunidade em geral.

O papel da comunidade

Desde sempre a comunidade aderiu à missão do Centro e por isso tornou-se uma prática corrente oferecer roupa e outros artigos ao Centro Comunitário.  Em 2007, como havia excedentes de produtos doados (artigos em segunda mão de toda a natureza) organizou-se a titulo experimental uma feira - a “feira do vende tudo”, aberta ao público.
Re-coopera centro comunitário projecto inclusão social
Esta iniciativa teve um grande sucesso e, por isso, lentamente o projeto foi crescendo. Iniciou-se com uma feira pontual que passou a periódica e, mais tarde, a semanal.  Com a crescente sensibilização das pessoas para evitarem o desperdício, passou a ser uma prática comum doar ao Centro aquilo que já não se precisava e aqui passou-se também a aceitar tudo: mobiliário, equipamento, roupa, artigos para a casa, brinquedos, livros, calçado, artigos de bebé, etc. Entretanto o RE-COOPERA foi criando infraestruturas para armazenar e gerir o stock.

A expansão do projeto

Em 2009, este projeto, na altura designado “Reutilização”, integrou o estudo com a  Metodologia de pesquisa ES+, com o propósito de identificar iniciativas com "Elevado Potencial de Empreendedorismo Social". Elaborado pelo IES – Social Business School, este fez parte dos 5 projetos selecionados, sendo-lhe atribuído o selo ES+. Esta dinâmica trouxe um novo impulso ao projeto, alavacando-o para um patamar superior de consciência e consolidação de metodologias de trabalho e formas de funcionamento.
A feira, com uma periodicidade semanal, entrou na rotina das pessoas/clientes. Em 2011 surgiu a ideia de ter uma loja de rua vocacionada para a venda de roupa e artigos com mais valor. Depois de muito procurar, foi-nos cedido um espaço em 2012 e, com o apoio da Galp Energia, através de uma atividade de responsabilidade social e team building, foi possível montar a loja em tempo record e abrir ao público.
Re-coopera centro comunitário carcavelos Inclusão social
A loja atraiu clientes e manteve-se aberta de segunda a sábado com uma equipa de voluntários e uma coordenadora de loja. Em 2013 fomos desafiados pelo Centro Comercial Riviera a abrir uma segunda loja no shopping. O desafio foi aceite e, em Maio de 2013, inaugurámos a segunda loja. O desafio tornou-se maior, implicando a gestão de 4 equipas: uma para a triagem, outra para a feira e duas para as lojas.
Apesar do período de crise, as pessoas continuaram a oferecer produtos usados que tornaram possível o stock para todos estes pontos de venda. Por outro lado, este projeto tornou-se cada vez mais importante para as pessoas poderem comprar o que necessitavam a preços acessíveis. Em 2014, a primeira loja de roupa passou para loja de móveis pois havia necessidade de criar um espaço de exposição e venda de mobiliário reciclado.
O mobiliário é também proveniente dos donativos e é depois restaurado na Oficina de Restauro de móveis (ao lado da loja). Esta oficina continua hoje não só como espaço de reciclagem de mobiliário, mas também de formação para pessoas em situação de exclusão social e que são utentes das várias valências do Centro.
Centro comunitário carcavelos Re-coopera

Impacto

Impacto social: Oportunidade das pessoas poderem comprar aquilo que precisam a preços muito acessíveis
Impacto Ambiental: Reaproveitamento e reciclagem de artigos evitando o seu encaminhamento para as lixeiras
Impacto Financeiro: Angariação de fundos para os projetos sociais da instituição contribuindo para a sua sustentabilidade financeira.
O que acharam deste projeto? Sem dúvida que são projetos como estes que fazem a diferença 😉
De seguida deixamos algumas informações sobre as feiras de venda ao público e horários de entrega de produtos:
Horário Feira: Todas as quartas-feiras durante a manhã no Centro Comunitário da Paróquia de Carcavelos (CCPC).
Horário da Entrega dos Produtos na Triagem (CCPC):
Segunda a Sexta: 9h às 20h
Sábados: 10h às 13h e 14h às 17h
(Em Agosto de Segunda a Sexta das 9h às 18h30)

Deixe um comentário


Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos