Óleos essenciais: O que são e para que servem?

Os óleos essenciais são substâncias derivadas de extractos vegetais com várias formas de aplicação e fins, entre os quais cosméticos e terapêuticos. Contudo, antes de te iniciares no seu uso tira algumas dúvidas sobre a sua eficácia, propriedades, segurança e sustentabilidade.

O que são e como são produzidos os óleos essenciais?

Os óleos essenciais são um líquido hidrofóbico, concentrado, que contem compostos aromáticos derivados de plantas como flores, ervas frutas ou especiarias. A sua origem histórica é difusa e encontram-se registos nos povos egípcios, persas e muçulmanos, que os têm usado para fins medicinais, cosméticos, farmacêuticos e culinários.

O método de produção vulgarmente utilizado faz-se por arrasto de vapor que, em traços gerais, extrai os compostos aromáticos através da passagem do vapor pela matéria vegetal (passos 1,2 & 3 da figura) e condensa este vapor numa conduta arrefecida (passo 4) até ao novo recipiente, onde se retira a fracção de óleo essencial do restante por partição (passos 5 & 6).

Esquema Arrasto De Vapor - Produção Óleos Essenciais

Quais as propriedades dos óleos essenciais e como posso usá-los?

Os óleos essenciais são soluções que incluem compostos orgânicos como  álcoois, ésteres, aldeídos, cetonas e fenóis que, em número, podem ultrapassar facilmente uma centena.

Dada a sua complexidade, são encontradas propriedades anti-bacterianas, anti-inflamatórias ou anticépticas em vários óleos essenciais - contudo, o seu uso deve ser cuidado devido ao grau de pureza destas substâncias. Desta forma, para uso tópico (na pele), terás que diluir num óleo de base neutro, como o óleo de amêndoas doces ou o de girassol, de acordo com as recomendações.

Consulta o teu médico de família antes de os experimentar!

Se estás a aventurar-te pela primeira vez, aplica o óleo diluído apenas numa pequena área de pele para evitar reacções adversas (como irritações ou alergias) e tem o número do CIAV sempre à mão (808 250 143).

O seu uso para gastronomia contempla uma experiência sensorial única, mas para evitares o menu insípido do hospital mais próximo, opta por ir a um bom restaurante, já que o seu uso gastronómico exige alguns cuidados adicionais e indispensáveis.

Espuma de Azeite com Óleos Essenciais - Jefferson Ruada

Os óleos essenciais podem curar?

O químico francês René-Maurice cunhou o termo aromaterapia, como a utilização de óleos essenciais com o intuito de melhorar o bem-estar físico e psicológico. As revisões sistemáticas de ensaios clínicos com aromaterapia colocam a nu a tendência enviesada da maioria dos estudos e falta de evidência estatística no tratamento de muitas doenças.[1][2][3][4]

Até prova em contrário, não!

A maioria dos estudos não quer dizer "a totalidade"! Felizmente há alguns profissionais sérios e isentos que provam cientificamente alguns efeitos terapêuticos dos óleos essenciais, com recurso à Medicina Baseada em Evidência exercida em centros estatais oficiais.

A integração da medicina tradicional e terapias complementares é fomentado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que estima que 100 milhões de europeus recorram a estes tratamentos - que não substituem a medicina convencional.

Desafios Legais Medicina Tradicional e Complementar - Organização Mundial de Saúde

Sigla: T&CM - Traditional and Complementary Medicine

A passagem de alguns princípios ativos através da pele é, de fato, alvo de intensa investigação na comunidade cientifica. Atualmente, a incorporação de princípios activos em formulações complexas (micelas) permite transpor a camada córnea (mais exterior) da pele e atuar localmente - contudo este efeito não foi provado em óleos essenciais.

Os óleos essenciais melhoram o meu bem-estar?

A resposta é-te dada quase de forma intuitiva quando, por exemplo, cheiras o aroma a pinho e te vem à memória as brincadeiras de infância no pinhal com os teus amigos... Os óleos essenciais, através dos seus aromas, modulam a disposição, cognição e comportamentoatravés da ativação do sistema límbico.

Os óleos essenciais quando associados a massagens, tem um efeito sinérgico e contribuem para o bem-estar através do relaxamento e estimulação. Esta melhoria da disposição contribui para a melhoria da qualidade de vida e demonstra ter um efeito passageiro na diminuição da ansiedade em situações limite.

Aromaterapia - Óleos Essenciais - Bem-estar - Getty Images

Porque é que é os óleos essenciais são sustentáveis?

Os óleos essenciais são compostos por extratos vegetais de espécies autóctones que podem ser incorporadas em actividades correntes de silvicultura. O fomento da biodiversidade contribui para a criação de florestas resilientes a pragas, alterações climáticas e incêndios.

Acresce que a valorização económica de produtos da floresta ajuda a contribuir para a coesão territorial que, aliada a um bom planeamento, permite fixar pessoas no interior dando-lhes melhores condições de trabalho.

A validação das propriedades dos óleos essenciais ainda é alvo de investigação e começam a surgir indícios de que os óleos essenciais, pela sua complexidade, têm potencial fungicida ou antibiótico.

Entre algumas futuras aplicações podemos ter produtos sem químicos cancerígenos que melhorem a qualidade do ar em hospitais, conservem alimentos por mais tempo, biocidas à base de infestantes como o cardo, potencializar o efeito antibiótico contra estirpes multi-resistentes e até pediculicidas (receita para os piolhos com óleos essenciais de lavanda e planta do chá).

Silvicultura - Óleos Esssenciais - Colhedora de Ervas Aromáticas

Desta forma, para apoiares a silvicultura opta por:

  • cosméticos nacionais à base de óleos essenciais;
  • produtos derivados do mel (as abelhas polinizam as flores);
  • participar em ensaios clínicos orientados por centros estatais oficiais, para profissionalizar a aromaterapia como terapia complementar;
  • experiências de eco-turismo nas férias ou escapadinhas.

Produtos na loja Planetiers

Deixa-nos um comentário

Nome .
.
Mensagem .

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos